Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]





A dúvida

por Henrique Monteiro, em 04.07.08

Autoria e outros dados (tags, etc)

Anos de Cartoons

2008 | 2009 | 2010 | 2011 | 2012 | 2013 | 2014 | 2015 | 2016 | 2017 | 2018 2019 2020 2021 2022


7 comentários

Sem imagem de perfil

De JPF a 04.07.2008 às 08:29

Com a conhecida crueldade infantil, e para bem desta menina, é que os colegas de escola nao descubram esta história, caso contrario vai ter uma infancia escolar deveras complicada...
Como disse a nossa futura 1ª ministra, "o estatuto de casais hetero nao pode ser igual ao de casais homo"...
Sou retrogada? estou a descriminar?
então digam-me... com uma uniao homosexual, temos duas pessoas a contrariar as regras da sociedade, certo?
e depois querem os direitos?
entao ta bem, vou dizer ao meu patrao que nao trabalho mas quero o ordenado ao fim do mes!!!
e no fim ainda teriamos uma aliança ps/cds-pp com o casamento do socrates e do portas
Sem imagem de perfil

De Guilherme Monteiro a 04.07.2008 às 09:38

Minha cara!
Isso parece-me ser uma atitude um bocadinho submissa, não?
Então a menina só é hetero e só gosta de homens, porque é uma "regra" da sociedade?!
E o amor, para quem fica?

Guilherme Monteiro
heterossexual
Sem imagem de perfil

De escrevinhadora a 04.07.2008 às 12:10

Deixe lá, Guilherme...
quando li a sua última pergunta, pensei que era (apenas) retórica, mas depois de ler o comentário seguinte de JPF fiquei com a certeza de que é MESMO preciso pôr essa questão em letra de forma - parafraseando, 'com as regras me enganam'...
Sem imagem de perfil

De JPF a 04.07.2008 às 12:57

eu acho bonito tudo isto, principalmente todas as pessoas que se dizem com a mente aberta e vanguardistas, que dizem tb que concordam e que nao ha mal nenhum nisto tudo, mas no fim quando assinam, fazem questao de referenciar a sua tendencia sexual.
Imagem de perfil

De Liliana a 04.07.2008 às 14:18

Ora, metendo-me aqui na discussão, o que são as regras da sociedade?! Seja lá o que for, estão sempre a tempo de ser mudadas. Afinal, aquilo que a sociedade aceita como certo ou errado resulta apenas da mentalidade da maioria das pessoas. Em Espanha, na Holanda e em alguns Estados dos EUA, era regra não haver casamento entre homossexuais . Agora já é permitido. Assim como já foi regra as mulheres não terem direito de voto, e isso também deixou de o ser. Felizmente a sociedade não é estática.
E também não percebo o que é que incomoda tanto às pessoas os homossexuais poderem casar. A controvérsia da adopção eu ainda percebo, agora o casamento?! É só um contrato. Que diferença faz o casamento de homos ou heteros na vida dos outros? Nenhuma! Puro preconceito.
E quanto às pessoas identificarem a sua orientação sexual, é só para que as pessoas percebam que mesmo os heterossexuais podem ir favor da não discriminação dos homossexuais .
Sem imagem de perfil

De JPF a 04.07.2008 às 15:04

mais uma vez tento esclarecer as minhas palavras.
todos os dias sou bombardeado por ideais, como o da poluição, tabaco e neste caso (voltando ao inicio da conversa) o estatuto de casais gay (ou derivados)...
dizem-me que é crime fumar por ser um vicio, mas não é crime adoptar uma criança por um casal gay... chamem-me o que quiserem, mas essas pessoas nao são normais e sofrem de uma degeneração de hormonas.
a mim é-me indiferente que casem ou façam o que quiserem, mas não me imponham isso como normalidade!!! respeito a vossa opinião, assim como espero que respeitem a minha.
ainda estamos num país livre (não sei por quanto tempo )
Imagem de perfil

De Liliana a 04.07.2008 às 15:26

Ainda bem que estamos num país livre porque assim podemos debater opiniões, certo?
Tal como eu disse anteriormente "A controvérsia da adopção eu ainda percebo". Acho que as comparações que fazes é que são um bocado desajustadas. Fumar é crime? Desconhecia.
Consideres a homossexualidade normal ou não, degeneração hormonal, o que quiseres, são pessoas. Ora os homossexuais são uma degeneração porque não podem seguir seguir o ciclo da vida, da procriação, trabalhar para a continuidade da espécie. Pah , mas felizmente não somos animais. Envolvemo-nos com pessoas porque temos sentimentos. Ou temos sexo pelo sexo. E ainda bem. Mas já que as pessoas se apaixonam, mesmo que seja por sexos diferentes, não vamos descriminá-las por isso.
Se eu não trabalhar para a continuidade da espécie já sou discriminada. Porque?! Porque os impostos que cada um paga também depende se tem filhos ou não, e o número deles. Mas isso, podemos chamar de incentivo à natalidade. Não precisamos de introduzir a descriminação à orientação sexual de cada um.
Brindemos ao amor!

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Publicidade


No facebook


Cartoons Família e Desporto






Pesquisar cartoons

  Pesquisar no Blog